NOVOTEC Eletrônica


O TÉCNICO EM ELETRÔNICA é o profissional que realiza o desenvolvimento de projetos
de sistemas eletrônicos embarcados aplicando tecnologia de circuitos microprocessados e
microcontrolados, bem como semicondutores de potência e componentes microeletrônicos.
Implementa interfaces de automação com comandos eletromecânicos ou controladores
lógicos programáveis instalados em sistemas de controle de processos. Redige relatórios
técnicos e manuais técnicos. Executa e supervisiona trabalhos de instalação e reparo de
equipamentos, sistemas eletrônicos inclusive de transmissão e recepção de sinais. Realiza
testes de calibração em equipamentos eletrônicos com o uso de aparelhos eletrônicos de
medição. Aplica técnicas e métodos de controle de erros e defeitos na linha produção.
Participa na identificação e atuação nas causas geradoras de defeito a fim de manter a
qualidade dos produtos e serviços. Empreende pequenos negócios na área de indústria e
serviços de eletroeletrônica, informática e telecomunicações. Aplica em suas atividades as
normas de segurança do trabalho e meio ambiente. Mantém o local de trabalho em
conformidade com normas técnicas e padrões nacionais e internacionais.


Perfil Empreendedor Intermediário


O perfil intermediário é caracterizado por demonstrar atribuições empreendedoras tanto
voltadas para o intraempreendedorismo, auxiliando no desenvolvimento de projetos de
sistemas eletrônicos diversos, quanto para o empreendedorismo externo, gerindo
pequenos negócios na área de indústria e serviços de eletroeletrônica. É um perfil capaz
de tomar decisões táticas, gerenciar processos e projetos, organizar equipes, estabelecer
redes de contatos e implantar inovações na melhoria de processos ou em novas formas de
resolver problemas e desenvolver produtos.

Resumo das Principais Características:

• Empreende pequenos negócios, produção, manutenção e comercialização em
eletroeletrônica, informática e telecomunicações.
• Apresenta autonomia para tomar decisões táticas na realização da produção de
montagens de placas, painéis e produtos eletroeletrônicos.
• Contribui com decisões estratégicas no desenvolvimento de projetos de sistemas
eletrônicos.
• Possui diferencial criativo, incremental e estrutural aplicando técnicas e métodos de
controle de erros e defeitos na linha produção e redige relatórios técnicos e manuais
técnicos.
• Toma decisões de liderança em projetos internos de instalação e reparo de
equipamentos, sistemas eletrônicos inclusive de transmissão e recepção de sinais.
• Emprega instrumentos de medição e realiza testes de calibração em equipamentos
eletroeletrônicos


MERCADO DE TRABALHO

❖ Fabricação e comercialização de máquinas, equipamentos, componentes elétricos e
eletrônicos;
❖ Indústria de microcomputadores e equipamentos de comunicações;
❖ Laboratórios de controle de qualidade e pesquisa;
❖ Serviços de assistência técnica e manutenção;
❖ Empresas de serviços de segurança eletrônica, telecomunicações, energia elétrica,
saneamento, petróleo e gás.


COMPETÊNCIAS PESSOAIS

❖ Demonstrar capacidade de solucionar problemas em tempo hábil.
❖ Demonstrar cultura de trabalhar com normas.
❖ Demonstrar ética profissional.
❖ Estimular a comunicação nas relações interpessoais.
❖ Incentivar atitudes de autonomia.
❖ Incentivar comportamentos éticos.
❖ Incentivar o diálogo e a interlocução.
❖ Operar aplicativos da tecnologia da informação.
❖ Responder com empatia às emoções e necessidades manifestadas por outras
pessoas.

❖ Responsabilizar-se pela produção, utilização e divulgação de informações.
❖ Revelar capacidade e interesse na construção de relacionamentos entre profissionais
da área, clientes e fornecedores.
❖ Socializar os saberes.
❖ Valorizar ações que contribuam para a convivência saudável.
Ao concluir a ENSINO MÉDIO COM HABILITAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICO EM
ELETRÔNICA, o aluno deverá ter construído as seguintes competências gerais:

1ª SÉRIE

• Interpretar resultados de testes em equipamentos eletrônicos.
• Estabelecer a organização do local de trabalho.
• Selecionar equipamentos eletrônicos.
• Manter a qualidade dos produtos e serviços.
• Utilizar em suas atividades às normas de segurança do trabalho e meio ambiente.

2ª SÉRIE

• Elaborar circuitos eletrônicos com microcontroladores.
• Selecionar técnicas e métodos de controle de erros e defeitos na linha produção.
• Identificar causas geradoras de defeito.
• Identificar normas e padrões técnicos nacionais e internacionais.
• Investigar a melhoria de processo.
• Planjear a instalação de sistemas eletrônicos de transmissão e recepção de sinais.
• Solucionar defeitos em circuitos eletrônicos e microeletrônicos.

3ª SÉRIE

• Desenvolver circuitos eletrônicos com dispositivos semicondutores de potência.
• Desenvolver sistemas eletrônicos embarcados com microprocessadores e
microcontroladores.
• Elaborar circuitos eletrônicos de interfaces de automação com comandos
eletromecânicos ou controladores lógicos programáveis.
• Empreender pequenos negócios na área técnica.
• Planejar manutenção em sistemas eletrônicos de transmissão e recepção de sinais.

• Sintetizar relatórios técnicos e manuais técnicos.
• Supervisionar serviços técnicos em sistemas eletrônicos.


ÁREA DE ATIVIDADES

A – CONSERTAR EQUIPAMENTOS OU APARELHOS ELETRÔNICOS

➢ Modificar circuitos eletrônicos.

B – INSTALAR EQUIPAMENTOS E OU APARELHOS ELETRÔNICOS

➢ Calibrar os equipamentos e ou aparelhos eletrônicos.

C – DESENVOLVER DISPOSITIVOS DE CIRCUITOS ELETRÔNICOS

➢ Demonstrar benefícios do dispositivo para o cliente.

D – FAZER MANUTENÇÃO CORRETIVA DOS EQUIPAMENTOS

➢ Deslocar-se para manutenção in loco.
➢ Corrigir o defeito e ou problema apresentado no equipamento.

E – FAZER MANUTENÇÕES PREVENTIVA E PREDITIVA DOS EQUIPAMENTOS

➢ Cumprir plano de manutenções preventiva e preditiva.
➢ Trocar peças conforme vida útil preestabelecida.

F – SUGERIR INOVAÇÕES NO PROCESSO DE PRODUÇÃO

➢ Balancear processo produtivo.
➢ Criar dispositivos de automação.
➢ Implementar dispositivos de automação.
➢ Liberar a linha para a produção em massa.

G – TREINAR PESSOAS

➢ Avaliar o desempenho operacional dos operadores.
➢ Habilitar operadores para a função.
➢ Orientar operadores sobre condições de risco de acidentes.
➢ Passar conhecimentos técnicos para operadores.

I – ESTABELECER COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA

➢ Redigir procedimentos de trabalho

J – REDIGIR DOCUMENTOS TÉCNICOS

➢ Descrever procedimento de trabalho.
➢ Emitir relatórios técnicos.
➢ Preencher laudos técnicos.


Matriz Curricular – Sem Espanhol


Matriz Curricular – Com Espanhol