Prótese Dentária


O TÉCNICO EM PRÓTESE DENTÁRIA é o profissional que planeja o trabalho técnicoodontológico, em consultórios, clínicas, laboratórios de prótese e em órgãos públicos de
saúde. Previne doença bucal, participando de projetos educativos e de orientação de
higiene bucal. Confecciona e repara dispositivos e aparelhos protéticos e ortodônticos,
próteses dentárias humanas, animais e artísticas. Executa determinados procedimentos
odontológicos, sob supervisão do cirurgião dentista, e procedimentos técnicos
laboratoriais. Gerencia estabelecimentos laboratoriais de produção de peças protéticas,
controlando estoques e a comercialização de produtos e de serviços.

Regulamentação da Profissão:
Lei nº 6.710 de 05 de novembro de 1979.

Dispõe sobre a profissão de TÉCNICO EM PRÓTESE DENTÁRIA e determina outras
providências.
Art. 1º – O exercício da profissão de TÉCNICO EM PRÓTESE DENTÁRIA, em todo
território nacional, fica sujeito ao disposto nesta lei.


MERCADO DE TRABALHO

Consultórios, clínicas, laboratórios de prótese privados, órgãos públicos de saúde e
instituições de ensino; atua, também, como profissional autônomo.


O TÉCNICO EM PRÓTESE DENTÁRIA deve ter alcançado, ao concluir o curso, as
seguintes competências gerais que seguem.
• Identificar os determinantes e condicionantes do processo saúde-doença.
• Identificar funções e responsabilidades dos membros da equipe de trabalho.
• Planejar e organizar o trabalho na perspectiva do atendimento integral e de qualidade.
• Realizar trabalho em equipe, correlacionando conhecimentos de várias disciplinas ou
ciências, tendo em vista o caráter interdisciplinar da área.
• Aplicar normas de biossegurança.

• Aplicar princípios e normas de higiene e saúde pessoal e ambiental.
• Identificar e aplicar princípios e normas de conservação de recursos não renováveis e
de preservação do meio ambiente.
• Aplicar princípios ergonômicos na realização do trabalho.
• Avaliar riscos de iatrogenias, ao executar procedimentos técnicos.
• Interpretar e aplicar normas de exercício profissional e princípios éticos que regem a
conduta do profissional de saúde.
• Identificar e avaliar rotinas, protocolos de trabalho, instalações e equipamentos.
• Operar equipamentos próprios do campo de atuação, zelando pela sua manutenção.
• Prestar informações ao cliente, ao paciente, ao sistema de saúde e a outros
profissionais sobre os serviços que tenham sido prestados.
• Coletar e organizar dados relativos ao campo de atuação.


ÁREA DE ATIVIDADES

A – CONFECCIONAR PRÓTESES DENTÁRIAS HUMANAS, ANIMAIS E ARTÍSTICAS

➢ Avaliar próteses animais.
➢ Realizar próteses faciais.
➢ Conhecer os tipos de prótese buco-maxilo.
➢ Confeccionar inlay e onlay de resina fotopolimerizável.
➢ Aplicar resina sobre estrutura de fibra de vidro e poliéter.
➢ Manusear diferentes tipos de cerâmicas.
➢ Caracterizar cerâmicas.
➢ Avaliar indicações das cerâmicas.
➢ Trabalhar em metalocrâmica e cerâmica pura.
➢ Reconhecer propriedades da cerâmica.
➢ Confeccionar placas para reposicionamento do disco articular (placas de bruxismo).
➢ Confeccionar aparelhos ortodônticos fixos com soldas de baixa fusão.
➢ Confeccionar aparelhos ortodônticos removíveis utilizados em expansão dentoalveolar.
➢ Confeccionar aparelhos ortodônticos removíveis utilizados em contenção dental.
➢ Preparar grampos e molas.
➢ Posicionar expansores.
➢ Confeccionar estruturas cerâmicas.
➢ Confeccionar estruturas de resina.
➢ Soldar estruturas metálicas avançadas.
➢ Planejar próteses complexas.
➢ Confeccionar próteses complexas com associação de várias áreas.
➢ Confeccionar modelos associativos complexos.
➢ Fabricar próteses para pacientes.

B – EXECUTAR PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS SOB SUPERVISÃO

➢ Avaliar resultado: estético, técnico e funcional.

C – ADMINISTRAR PESSOAL E RECURSOS FINANCEIROS E MATERIAIS

➢ Designar funções e trabalhos.
➢ Estabelecer metas de trabalho.
➢ Treinar pessoal auxiliar.

➢ Distribuir trabalhos programados para o dia.
➢ Coordenar auxiliares.
➢ Estabelecer roteiro de entrega e retirada dos trabalhos.